setembro 23, 2021 / Soluções para Mercados e Indústrias

Como elevar a segurança no gerenciamento de cabos na Indústria Alimentícia

Como elevar a segurança no gerenciamento de cabos na Indústria Alimentícia

Evitar contaminações durante todo o processo de fabricação de alimentos é uma preocupação constante para garantir a segurança na indústria alimentícia.

Essa preocupação se deu, primeiramente, com o início das viagens espaciais. Para garantir o sucesso de suas expedições, havia a necessidade da NASA em em se certificar sobre a ausência de contaminantes biológicos, químicos ou físicos nos alimentos. Portanto, para assegurar a saúde da tripulação, tornou-se necessário controlar a segurança desde a produção, manipulação, transporte, distribuição até o consumo dos alimentos que seguiriam viagem.

Então, em 1959, a empresa norte-americana Pillsbury criou um programa denominado Hazard Analysis and Critical Points (HACCP), ou em português Análise dos Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC). Dessa forma, era possível cumprir às exigências da NASA para o fornecimento de alimentação segura aos astronautas.

O APPCC é um método usado para identificar os perigos em todas as etapas de um processo produtivo. Para que isso ocorra, utilizam-se princípios técnico-científicos de prevenção através de rígidas medidas de controle.

O objetivo da APPCC é controlar com eficácia a produção de alimentos. Porém, para implantar esse método, é necessária a aplicação de sete princípios:

  1. Análise de perigos;
  2. Identificação do ponto e do controle crítico;
  3. Estabelecimento do limite crítico (valores máximos e mínimos que, quando não atendidos, impossibilitam a garantia da segurança do alimento);
  4. Determinação de programa de monitorização do limite crítico;
  5. Estabelecimento de ações corretivas quando ocorrem desvios do limite crítico;
  6. Registros;
  7. Definição de procedimentos de verificação.

Os riscos da contaminação de alimentos

A contaminação de alimentos e medicamentos por resíduos ou objetos estranhos é uma grande preocupação nos processos produtivos. Pois, além de prejudicar a saúde ou até mesmo oferecer risco de morte aos consumidores, contaminações podem causar danos irreparáveis à reputação de uma marca.

Abraçadeira MCT para uso nas indústrias alimentícia e farmacêutica.
Abraçadeira detectável MCT para uso nas indústrias alimentícia e farmacêutica.

Entre as contaminações que podem ocorrer durante a fabricação de um produto alimentício está a contaminação por fragmentos de plástico. Isso acontece, por exemplo, com pedaços de abraçadeiras gerados durante a manutenção em equipamentos elétricos ou por seu desprendimento involuntário. Porém, vale lembrar que isso pode acontecer com outros produtos usados no gerenciamento de cabos.

Então, para que não se abra mão dos benefícios da utilização de abraçadeiras, fixadores, organizadores de cabos e identificadores, a HellermannTyton, líder mundial em soluções para gerenciamento de fios e cabos, desenvolveu a solução ideal para minimizar esses riscos.

Produtos detectáveis HellermannTyton

Base de fixação MCMB para fixação de cabos na indústria alimentícia em conjunto com a Série MCT.

Com sua linha de Produtos Detectáveis, a HellermannTyton produz soluções para o gerenciamento de fios e cabos com conteúdo metálico, especialmente desenvolvidas para utilização nas indústrias alimentícia e farmacêutica.

Seu exclusivo método de fabricação envolve a inclusão de pigmento com micro partículas metálicas, tornando possível a identificação de pequenos pedaços do material por equipamentos de detecção de metal dispostos ao longo da cadeia produtiva. Assim, essa tecnologia permite aumentar ainda mais a segurança na indústria alimentícia.

 

Confira no vídeo a seguir como funciona o processo de detecção desses produtos:

YouTube

Mit dem Laden des Videos akzeptieren Sie die Datenschutzerklärung von YouTube.
Mehr erfahren

Video laden

Por essas características, os produtos detectáveis HellermannTyton são ideais para a fixação, proteção e identificação de fios e cabos em áreas adjacentes aos processos fabris alimentícios ou farmacêuticos, sem que ocorra o risco de contaminação.

TIPTAG detectável para uso nas indpustrias alimentícia e farmacêutica.
TIPTAG MC para identificação de cabos em áreas adjacentes à produção de medicamentos.

Os materiais utilizados pela HellermannTyton na fabricação de produtos para as indústrias alimentícia e farmacêutica são adequados às exigências da U.S. Food and Drug Administration (FDA). Além disso, essas matérias-primas são isentas do plastificante di(2-etilhexil) ftalato (DEHP), considerado perigoso para a saúde.

Por fim, a linha de produtos detectáveis da HellermannTyton também contribui com as boas práticas de fabricação, recomendadas pela ANVISA em sua Resolução da Diretoria Colegiada nº 14 (RDC-14), que dispõe sobre matérias estranhas, macroscópicas e microscópicas, em alimentos e bebidas.

A indústria alimentícia é fundamental para o nosso bem-estar. Para que os seus produtos sejam seguros, a HellermannTyton desenvolve soluções de alta qualidade, seguras e confiáveis, entre as quais está sua linha de Produtos Detectáveis, ideais para quem necessita atender aos princípios da APPCC.

#59

Quanto você gostou desse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.