outubro 10, 2020 / Notícias da empresa, Soluções para Mercados e Indústrias

Como evitar desastres no gerenciamento de fios e cabos nas instalações solares

Como evitar desastres no gerenciamento de fios e cabos nas instalações solares

Além de enfrentar o clima geralmente adverso, os componentes das instalações solares também devem estar preparados para outros desafios. Um deles é a má aplicação do gerenciamento de fios e cabos e a falta de estratégia de manutenção, que podem ser catastróficas para o desempenho da planta solar. Mas, ao contrário de temperaturas elevadas, tempestades e desastres naturais, falhas no gerenciamento de fios e cabos em instalações solares não são apenas previsíveis, mas também facilmente evitáveis, contribuindo para o crescimento dessa fonte renovável de energia. No Brasil, por exemplo, previsões indicam que até 2024 o número de sistemas de energia solar instalados deve chegar a 800 mil.

Segundo Nick North, Product Marketing Manager na área de Energia da HellermannTyton norte-americana, se você deseja reduzir riscos e custos adicionais, é preciso seguir dois passos.

O primeiro é manter a conformidade com regras e normas nacionais e internacionais, atendendo a todos os requisitos. Mas, segundo North, “essas normas fornecem uma linha de base para avaliação e inspeção de plantas solares, mas não garantem um longo ciclo de vida das instalações. Buscar as melhores práticas e adotar programas de garantia de qualidade é que irão garantir o desempenho da planta”.

Ele cita como exemplo os danos provocados ao revestimento do cabo por conta da má aplicação de clips de metal. North afirma que não é incomum ver trabalhadores batendo em clips de metal baratos e mal projetados com a parte traseira de um alicate ou chave de fenda. Isso não apenas distorce o clip, o que afeta o desempenho, mas também pode causar danos ao próprio módulo solar. A solução é usar clips de metal de boa qualidade, projetados para serem instalados com facilidade e eficiência, como a linha EdgeClip, que proporciona uma fixação perfeita dos cabos das instalações solares, e também ferramentas especialmente desenvolvidas para a tarefa. O conjunto EdgeClip não é apenas resistente à radiação UV, flutuações de temperatura e reações químicas induzidas pelo clima, como também impede que os cabos fotovoltaicos se curvem e sejam danificados, evitando assim curtos-circuitos.

A importância do gerenciamento e uso de produtos corretos

O segundo passo para ter um bom plano de gerenciamento de fios e cabos é especificar os materiais corretos e ter o produto adequado para a aplicação. Produtos de plástico não costumam ser indicados para a indústria solar e são frequentemente vistos como uma alternativa inferior ao metal. Mas, como todos os produtos, a qualidade depende do material e de quem os fabrica, já que nem todos os produtos de gerenciamento de fios e cabos feitos de plástico são desenvolvidos e produzidos da mesma maneira. Como outros produtos disponíveis no mercado, existem abraçadeiras de plástico com vários níveis de qualidade; não deixe que a reputação de produtos de plástico de qualidade inferior o afaste de procurar e usar uma abraçadeira de plástico mais resistente, bem feita e duradoura.

Confirmando a necessidade de investir em produtos de melhor qualidade, North cita um caso em que uma planta solar estava instalada em um ambiente desértico, mas tinha abraçadeiras de cabo baratas “classificadas para UV” no módulo solar. Após três substituições em quatro anos, o proprietário desta instalação decidiu que bastava de trocas: ele foi ao mercado e encontrou um produto resistente ao calor constante, variação térmica, vento e sol – os produtos HellermannTyton.

“Vamos fazer algumas contas”, ressalta North. “Alocar quatro trabalhadores por cinco dias, a US$ 20 por hora, soma US$ 3.200 por ano. Ao longo de cinco anos, o proprietário de uma planta solar poderia gastar US$ 16 mil em mão de obra para substituir apenas as abraçadeiras baratas, aumentando significativamente os custos operacionais. Além do risco de falhas diversas devido à tensão nos fios condutores”.

Clips de fixação para painéis fotovoltaicos.
Clips solares projetados com materiais adequados para painéis solares.

Os clips para aplicações solares são projetados com estabilizantes UV e permitem o direcionamento dos cabos fotovoltaicos, com ou sem furos predefinidos. Já as abraçadeiras plásticas da HellermannTyton para aplicações solares são produzidas com materiais combinados para atender diferentes regiões e condições ambientais, utilizando matérias-primas com a mais alta qualidade para satisfazer as exigências das indústrias de energia solar. Permitem amarração segura dos cabos fotovoltaicos e são fornecidas numa variedade de materiais, tamanhos e forças de tensão para se adaptar a qualquer aplicação solar.

 

 

Abraçadeiras para uso em painéis fotovoltaicos.
Abraçadeiras produzidas com o material adequado para painéis solares, podem durar até 7 vezes mais.

“Produtos como as nossas abraçadeiras para sistemas de energia solar, fabricadas em poliamida 11 resistente à UV, duram de cinco a sete vezes mais do que uma abraçadeira com classificação UV. Peças feitas de plástico estabilizado para raios ultravioleta, junto com outros estabilizadores, podem aumentar drasticamente a expectativa de vida desses produtos. Na verdade, alguns compostos plásticos podem durar de 15 a 25 anos. A escolha de plásticos de engenharia projetados para funcionar nos elementos solares certamente trará ótimos resultados”, diz North.

Principais benefícios do uso da energia solar

Especialistas da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), indicam que os principais benefícios da energia solar podem ser estruturados em três esferas:

1. Esfera Socioeconômica

  • Redução de gastos com energia elétrica para a população, empresas e governos, resultando em economia para a sociedade
  • Liderança em geração de empregos locais qualificados, adicionando de 25 a 30 empregos por MW/ano
  • Atração de capital externo e novos investimentos privados

2. Esfera Ambiental

  • Geração de eletricidade limpa, renovável e sustentável, sem emissões de gases de efeito estufa, sem resíduos e sem ruídos
  • Não precisa de água para operar, aliviando a pressão sobre recursos hídricos escassos
  • Baixo impacto ao meio ambiente

3. Esfera Estratégica

  • Diversificação da matriz elétrica brasileira com uma nova fonte renovável, aumentando a segurança no suprimento de energia elétrica
  • Redução de perdas e postergação de investimentos em transmissão e distribuição
  • Alívio da demanda elétrica em horário diurno, reduzindo custos aos consumidores

Conte com a linha de produtos para gerenciamento profissional de fios e cabos desenvolvidos especialmente pela HellermannTyton para atender as demandas da indústria de energia solar.

#4

Quanto você gostou desse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.